Sua empresa > Exportação e importação > Perguntas frequentes > Receber objetos com origem internacional

Receber objetos com origem internacional

1. O Correio garante a entrega do objeto no endereço do destinatário?
A logística dos serviços internacionais dos Correios é realizada juntamente com os demais correios públicos do mundo. Nós garantimos a entrega no país de destino (se todos os procedimentos de endereçamento e acondicionamento dos objetos forem devidamente observados). Quando a encomenda chega ao destino, esta fica sob responsabilidade do correio local que fará a distribuição dos objetos. A entrega de sua mercadoria dependerá da liberação da alfândega de destino, da documentação correta e da forma de entrega do correio de destino.
2. Como funciona a compra de objetos pela internet em sites internacionais e entregues pelos Correios?
Os Correios alertam que comprar mercadorias no exterior é um processo que tem algumas peculiaridades que, se não observadas, poderão trazer transtornos, dificuldades e até o não recebimento dos produtos comprados.
3. Pago algum imposto na importação pelos Correios?
Nem sempre o preço que aparece num anúncio de um catálogo ou de um site será o preço final a ser pago pelo comprador/destinatário. Se o produto for tributado, a alíquota única do imposto de importação de 60% incidirá sobre o total da importação, ou seja, sobre o valor do produto, mais o frete e seguro, se houver.
4. Os Correios cumprem os prazos de entrega prometidos pelos sites?
Todas as remessas postais internacionais que chegam ao Brasil estão sujeitas à verificação pela Alfândega, por determinação legal. Os prazos de entrega das mercadorias previstos podem, eventualmente, ser afetados pela necessidade de cumprimento de exigências por parte da Receita Federal e de outros órgãos governamentais, como a ANVISA, o IBAMA, a VIGIAGRO do Ministério da Agricultura, o Departamento do Exército do Ministério da Defesa, etc.
5. Existe algum produto que não posso receber pelos Correios?
Sim, nem tudo pode ser importado. Por isso, o importador deve consultar a Lista dos Objetos Proibidos, constante do site dos Correios. Além disso, ele deve ter conhecimento sobre a legislação que trata das importações sujeitas ao prévio exame de similaridade. Outro aspecto a ser observado é a possibilidade de a Receita Federal solicitar o laudo de autenticidade sobre um produto para saber se há ou não falsificação na sua fabricação. É proibida a inserção de objetos falsificados ou pirateados nos objetos postais internacionais.
6. Pessoas físicas podem importar?
As pessoas físicas devem ficar atentas para o fato de que a compra de um número elevado de um mesmo produto pode ser considerada pela Receita Federal importação de cunho comercial. Remessas comerciais não podem ser endereçadas a pessoa física.
7. Quais são os documentos necessários para o desembaraço alfandegário na importação?
Para o desembaraço das encomendas a Receita Federal, poderá exigir os seguintes documentos, que devem acompanhar o objeto do lado de fora das encomendas
a) Fatura comercial (Commercial Invoice), emitida pelo exportador e corresponde à Nota Fiscal de compra; 
b) Conhecimento de Embarque, emitido pela companhia transportadora e possibilita ao exportador comprovar o embarque da mercadoria; é denominado Bill of Lading (B/L) quando se tratar de embarque marítimo ou Airwaybill (AWB) quando se tratar de embarque aéreo; 
c) formulário postal CN 22, CN 23 ou CP 72 com as respectivas declarações de conteúdo da encomenda;
d) Comprovante de Pagamento, que pode ser, por exemplo, cópia do comprovante de compra pelo cartão de crédito.
8. Todos os objetos postados nos correios oficiais estrangeiros são entregues no Brasil pelos Correios?
Não, os correios estrangeiros podem oferecer algum serviço que seja entregue por outro operador de entrega no Brasil que não sejam os Correios.
9. Por que houve cobrança de Imposto de Importação se o objeto continha um presente?
Porque os presentes (objetos cujos remetente e destinatário são pessoas físicas) só serão isentos de Imposto de Importação se possuírem valor aduaneiro de até USD 50,00.
10. Posso acompanhar o rastreamento de um objeto postado no exterior no site dos Correios?
Sim, desde que possua o código do objeto, composto de 2 letras + 9 números + 2 letras, que está impresso no comprovante de postagem. Importante: Esclarecemos que apesar de apresentarem identificação numérica no momento da postagem, os objetos postados nos Estados Unidos com iniciais *LC-LZ-LJ-LX* são encaminhados por sua Administração Postal para o Brasil em expedições simples, não sendo oferecido o rastreamento por tal serviço.