Centro Cultural Rio de Janeiro

Banner Centro Cultural Rio de Janeiro - Desktop
Banner Centro Cultural Rio de Janeiro - Mobile
  Visitação

Centro Cultural Correios
Rua Visconde de Itaboraí, 20 - Centro
Corredor Cultural
20010-976 - Rio de Janeiro - RJ

Como chegar: Metrô (descer na estação Uruguaiana, saída em direção a Rua da Alfândega); ônibus (saltar em pontos próximos da Rua Primeiro de Março, da Praça XV ou Candelária); barcas ( Terminal Praça XV); VLT (saltar na Av. Rio Branco/Uruguaiana ou Praça XV); trem (saltar na estação Central e pegar VLT até a Av. Rio Branco/Uruguaiana).

Telefone: 0XX 21 2253-1580
Fax: 0XX 21 2253-1545
E-mail: centroculturalrj@correios.com.br

Funcionamento (horário temporariamente reduzido): O Centro Cultural Correios recebe visitantes de terça-feira a sábado, das 12 às 19h.
Entrada franca.

A unidade conta com acesso para pessoas cadeirantes e limita a quantidade de visitantes, visando a não aglomeração. No local é obrigatório o uso de máscaras.

O imóvel foi inaugurado em 1922

As linhas arquitetônicas da fachada, em estilo eclético, caracterizam o prédio do início do século, construído para sediar uma escola do Lloyd Brasileiro. Mas isto não ocorreu e o prédio foi utilizado, por mais de 50 anos, para funcionamento de unidades administrativas e operacionais dos Correios. Na década de 80, o imóvel foi desativado para reformas, sendo reaberto em 2 de junho de 1992, parcialmente restaurado, para receber a "Exposição Ecológica 92", evento integrante do calendário da Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente - RIO 92.

Foto da Fachada do Centro Cultural
Foto exposição selo

A inauguração oficial do Centro Cultural Correios

aconteceu em agosto do ano seguinte, com a Exposição Mundial de Filatelia - Brasiliana 93. Desde então, o Centro Cultural Correios vem marcando a presença da instituição na cidade com promoção de eventos em áreas diversas, como teatro, vídeo, música, artes plásticas, cinema e demais atividades voltadas à integração da população carioca com formas variadas de expressão artística.

Suas instalações,

adequadas à realização de diversificada programação, ocupam integralmente os 3.480m2 da área do prédio. O Centro Cultural Correios Rio de Janeiro é dotado de três pavimentos interligados por um elevador, também do início do século, de onde se pode ter uma visão panorâmica de todo o ambiente interno.

No andar térreo, está localizado o Teatro com 320 m² e capacidade para 200 pessoas.

Também no térreo há uma Galeria de Arte para pequenas mostras. No segundo e terceiro pavimentos, estão localizadas dez salas de exposições, com infra-estrutura e iluminação propícia a eventos de grande porte.

Foto do Salão de Exposição
Foto do Teatro do Centro Cultural

Ao fundo da Galeria de Arte

está localizada a Agência JK, que oferece os serviços de Correios e de conveniência, com funcionamento de terça-feira a domingo, do meio-dia às 19 horas.

O Centro Cultural Correios dispõe também de um Bistrô, que funciona durante o horário de realização dos eventos.

A Praça dos Correios - uma área aproximada de 1,3 mil m² ao ar livre, com espelho d'água e suporte de uma concha acústica, que pode receber um público numeroso para eventos a céu aberto.

  Confira as plantas baixas do Centro Cultural Correios no Rio de Janeiro

Programação

  Exposição: "Portais do Ser"
Portais do Ser

Serviço

Visitação: de 27 de Agosto a 09 de Outubro
Horário: terça a sábado das 12h às 19h
Entrada: gratuita / Classificação: livre
Local: Centro Cultural Correios RJ (Rua Visconde de Itaboraí, 20 – Centro - Rio de Janeiro –RJ)

Informações: (21) 2253-1580 / E-mail: centroculturalrj@correios.com.br
A unidade conta com acesso para pessoas cadeirantes e limita a quantidade de visitantes, visando a não aglomeração. No local é obrigatório o uso de máscaras.

A artista Rosa de Jesus oferece, tanto nas formas diluídas, quanto na intensidade das cores, uma expressão visual própria. Cada obra traz um repertório que inclui as experiências anteriores e a busca interna por novas respostas. Isso inclui o desenvolvimento da própria técnica e a construção de visões internamente coerentes. O que elas têm em comum é a expressividade e a forma de lidar com a existência. O vermelho surge aqui não como exaltação da vida, como é comum, mas pelas composições abstratas adotadas, comunica um sentimento de dor, perda e destruição. O mundo parece estar se desmanchando numa infinita fogueira de sofrimento.

  Exposição: "Dois"
Dois

Serviço

Visitação: de 26 de Agosto a 09 de Outubro
Horário: terça a sábado das 12h às 19h
Entrada: gratuita / Classificação: livre
Local: Centro Cultural Correios RJ (Rua Visconde de Itaboraí, 20 – Centro - Rio de Janeiro – RJ)

Informações: (21) 2253-1580 / E-mail: centroculturalrj@correios.com.br
A unidade conta com acesso para pessoas cadeirantes e limita a quantidade de visitantes, visando a não aglomeração. No local é obrigatório o uso de máscaras.

A artista Rosane Franco apresenta a exposição ‘DOIS’, sua nova individual com curadoria de Patricia Toscano que abre nesta quinta-feira, 26 de agosto às 17h e fica em exibição até 9 de outubro de 2021, no Centro Cultural Correios Rio de Janeiro. Nessa mostra, a artista apresenta um corpo de trabalho criado em seu ateliê no Rio e ocupa o espaço expositivo com instalações, pinturas de médios à grandes formatos e uma constelação pictórica de pequenos e micros formatos. O trabalho nos convida a refletir sobre o 'DOIS' como signo em nossas vidas. Propõe com sua poética talvez um leitmotiv borgeano e nesse desvio literário hipotético, também duplo/dúbio/dual, conduzem-se os pontos de vista e percepções daqueles que como um grito de silêncio e caos, observam e absorvem o som na cadência de suas obras.


  Exposição: "Dell' Architettura"
Fotografia da Exposição

Serviço

Local: Centro Cultural Correios RJ (Rua Visconde de Itaboraí,20 –Centro –RJ)
Visitação: de 09 de setembro a 10 de outubro
Horário: terça a sábado, das 12h às 19h
Entrada: Gratuita   -   Classificação: livre

Informações: (21) 2253-1580 / E-mail: centroculturalrj@correios.com.br
A unidade conta com acesso para pessoas cadeirantes e limita a quantidade de visitantes, visando a não aglomeração. No local é obrigatório o uso de máscaras.

Há muito da Itália no Rio e uma exposição vai jogar luz sobre isso. Dell’Architettura – Investigação fotográfica sobre a influência italiana na paisagem carioca traz 37 painéis fotográficos em preto e branco de prédios que têm a Itália no DNA. As imagens são do fotógrafo, professor e artista visual Aristides Corrêa Dutra, que assina a curadoria e os textos da mostra juntamente com a diretora do Instituto Italiano de Cultura do Rio de Janeiro, Lívia Raponi. A iniciativa é do Instituto Italiano de Cultura do Rio de Janeiro (IIC-RJ), e a mostra insere-se na Ocupação Itália (Occupazione Italia), que aporta no Centro Cultural Correios com outras duas mostras: “Praças Invisíveis”, também de fotos, e “Poética dos espaços”, do artista italiano Umberto Nigi. 

  Exposição: "Gênese"
Fotografia da escultura

Serviço

Local: Centro Cultural Correios RJ (Rua Visconde de Itaboraí, 20 – Centro, Rio de Janeiro – RJ)
Visitação: de 9 de Setembro a 24 de Outubro
Horário: terça a sábado, das 12h às 19h
Entrada: gratuita - Classificação: livre

Informações: (21) 2253-1580 / E-mail: centroculturalrj@correios.com.br
A unidade conta com acesso para pessoas cadeirantes e limita a quantidade de visitantes, visando a não aglomeração. No local é obrigatório o uso de máscaras.

O artista Mario Ribahi apresenta a exposição Gênese (2020/2021) que ocupa a sala circular do Centro Cultural dos Correios Rj, justamente para facilitar que as pessoas circundem a sua obra, cuja natureza é elementarmente tridimensional e que demanda ser vista de todos os ângulos. Esse novo trabalho traduz seu rápido amadurecimento desde sua última exposição, Encantos, também realizada no CCC-RJ, no ano de 2019. Com a curadoria de Charles Cosac, que com seu olhar criterioso e apurado muito contribuiu para sua evolução, o artista deixa de desconstruir e reconstruir pedaços de cristais em diálogo com os metais para render-se ao uso da pedra em seu formato natural, criando uma nova ordem com os mesmos conteúdos que a natureza nos dá. Nesse novo contexto, nasce essa nova exposição, que abarca 11 obras: As Florestas, que contrastam a organicidade da pedra natural à vergalhões de ferro verticais; o Satélite, onde a falsa leveza do ferro confere à obra e às pedras uma sensação de levitação; os Bustos, união entre uma pedra-busto à uma pedra-cabeça e, por último, Homo Faber, e Lu no Ar, onde figuras humanas são criadas por meio do simples posicionamento de cristais de rocha sobre uma engenhosíssima base de ferro ou simplesmente presos em estruturas aramadas. Tudo aqui indica que conforme o tempo passa, Ribahi consegue fazer mais com menos e, a partir da noção harmônica renascentista, sua grande inspiração, ele tente buscar e adotar novas vozes e novas noções de harmonia na natureza e na “atuação” do ser humano sobre ela.

  Exposição: "Poéticas do Espaço"
Imagem da tela

Serviço

Local: Centro Cultural Correios RJ (Rua Visconde de Itaboraí, 20 – Centro, Rio de Janeiro – RJ)
Visitação: de 9 de Setembro a 10 de Outubro
Horário: terça a sábado, das 12h às 19h
Entrada: gratuita - Classificação: livre

Informações: (21) 2253-1580 / E-mail: centroculturalrj@correios.com.br
A unidade conta com acesso para pessoas cadeirantes e limita a quantidade de visitantes, visando a não aglomeração. No local é obrigatório o uso de máscaras.

A produção artística de Umberto Nigi divide-se entre duas fases: a figurativa, que marca seu Iniciou na pintura em 1963, e a abstrata, à qual dedica-se a partir da década de 1990. Vem dessa segunda fase o material de “Poética dos espaços”. A mostra reúne um total de 52 obras, sendo 42 telas de grandes proporções e dez esculturas. Em ambas as obras, ele mescla os matizes das cores a materiais como madeira de demolição, cascas de árvores, areia, gesso e juta. A exposição tem curadoria de Edson Cardoso e insere-se na Ocupação Itália (OccupazioneItalia), iniciativa do Instituto Italiano de Cultura do Rio de Janeiro (IIC-RJ). “Poética dos espaços” aporta no Centro Cultural Correios juntamente com outras duas mostras: “Dell’Architettura– Investigação fotográfica sobre a influência italiana na paisagem carioca”, de Aristides Corrêa Dutra, e “Praças Invisíveis”, também de fotos.

  Exposição: "Praças [IN]visíveis"
Fotografia de uma praça e prédios antigos à luz do dia.

Serviço

Local: Centro Cultural Correios RJ (Rua Visconde de Itaboraí, 20 – Centro, Rio de Janeiro – RJ)
Visitação: de 9 de Setembro a 10 de Outubro
Horário: terça a sábado, das 12h às 19h
Entrada: gratuita - Classificação: livre

Informações: (21) 2253-1580 / E-mail: centroculturalrj@correios.com.br
A unidade conta com acesso para pessoas cadeirantes e limita a quantidade de visitantes, visando a não aglomeração. No local é obrigatório o uso de máscaras.

Vinte e uma praças italianas contadas por palavras e reveladas nas fotografias de quarenta autores. Um testemunho direto da beleza da Itália através de suas praças principais, esvaziadas pela pandemia. A mostra é parte da “Ocupação Itália”, realizada pelo Instituto Italiano de Cultura no Centro Cultural Correios. “Praças [In}visíveis” reúne imagens feitas por grandes nomes da fotografia como Olivo Barbieri, Jacopo Benassi, Luca Campigotto, Michele Cera, Giovanni Cocco, Alessandro Dandini, Eva Frapiccini, entre outros. E textos de escritores consagrados como Edoardo Albinati, Carlo Carabba, Francesco Cataluccio, Liliana Cavani, Benedetta Cibrario, Marcello Fois, Giovanni Grasso, Helena Janeczek, Nicola Lagioia, JhumpaLahiri, Margherita, Loy, Maurizio Maggiani, ValerioMagrelli, Salvatore Rasilis, Nigrelli e Salvatore Silvano.