Você > Correios de A a Z > CEP - Código de Endereçamento Postal

CEP - Código de Endereçamento Postal

O Código de Endereçamento Postal (CEP) é um conjunto numérico de oito dígitos, cujo objetivo principal é orientar e acelerar o encaminhamento, o tratamento e a distribuição de objetos postados nos Correios, por meio da sua atribuição a localidades, logradouros, unidades dos Correios, serviços, órgãos públicos, empresas e edifícios.


Histórico

O CEP foi criado pelos Correios em maio de 1971, com estrutura de 5 (cinco) dígitos. Sua divulgação ao público em geral ocorreu com a publicação do Guia Postal Brasileiro, Edição 1971. Em maio de 1992, sua estrutura foi alterada para 8 (oito) dígitos e oficializada junto ao público em geral, com a publicação do Guia Postal Brasileiro, Edição 1992.

Estrutura do CEP

O CEP utilizado no Brasil atualmente é composto por 8 (oito) dígitos, divididos em duas partes:


a) a primeira é composta por 5 (cinco) dígitos que representam Região, Sub-região, Setor, Subsetor e Divisor de Subsetor;

b) a segunda é composta por 3 (três) dígitos, separada por um traço da primeira, que representa os Identificadores de Distribuição.

CEP 01

Para fins de codificação postal, o Brasil foi dividido em dez regiões postais a partir dos parâmetros  "desenvolvimento sócio-econômico" e "fatores de crescimento demográfico" de cada Unidade da Federação ou conjunto delas. A distribuição do CEP foi feita no sentido anti-horário a partir do estado de São Paulo, pelo primeiro algarismo.

 CEP 02

 

A seguir, demostramos um exemplo para entendimento do significado de cada dígito do Código de Endereçamento Postal e sua localização geográfica no cenário da codificação nacional.

O primeiro algarismo representa a Região Postal 1 (interior do estado de São Paulo).

 CEP 03

Cada Região Postal foi dividida em 10 sub-regiões que são indicadas pelo segundo algarismo do CEP. Neste exemplo, os dois primeiros algarismos estão representando a Sub-Região 13, cuja sede neste caso é a cidade de Campinas.

 CEP 04

Cada Sub-Região foi dividida em 10 Setores que são representados pelo terceiro algarismo. Neste exemplo, os três primeiros algarismos estão representando o Setor 131, cuja sede também é a cidade de Campinas.

 CEP 05

Cada Setor foi dividido em 10 sub-setores que são representados pelo quarto algarismo. Neste exemplo, os quatro primeiros algarismos estão representando o Sub-Setor 1316, cuja sede é a cidade de Artur Nogueira.

 CEP 06

Cada Sub-Setor foi dividido em 10 divisores que são representados pelo quinto algarismo. Neste exemplo, os cinco primeiros algarismos estão representando o Divisor 13165, cuja sede é a cidade de Engenheiro Coelho.

 CEP 07

Os três algarismos após o hífen são denominados de SUFIXO e destinam-se à identificação individual de Localidades, Logradouros, Códigos Especiais e Unidades do Correio, conforme o seguinte:

Localidades não codificadas por logradouros (possuem um único CEP):

- Faixa de Sufixos utilizada: 000 a 999
- Caixas Postais Comunitárias:990 a 998

Localidades codificadas por logradouros:

Tipo

Faixa de Sufixos utilizada

Logradouro

000 a899

Códigos Especiais

900 a959

CEP promocionais

960 a969

Unidades dos Correios

970 a989 e 999

Caixa Postal Comunitária

990 a998

 

Por que usar este serviço?

O uso adequado do CEP é imprescindível para que os Correios possam tratar com rapidez os objetos que lhe são confiados, racionalizando os métodos de separação dos objetos ao permitir o tratamento mecanizado (triagem, encaminhamento e distribuição) com a utilização de equipamentos eletrônicos de triagem.

Com o CEP inadequado ou errado, as correspondências e encomendas demandam mais tempo para serem devidamente separadas e entregues. Há, ainda, a possibilidade de algum objeto ser entregue em endereço indevido, dada à existência de mais de uma rua com o mesmo nome numa cidade. Basta observar, por exemplo, quantas ruas de nome São José é possível encontrar numa cidade de médio ou grande porte, para perceber a importância de se usar o CEP correto.