Você > Notícias > Mês da Mulher dos Correios destaca direitos e conquistas femininas

Mês da Mulher dos Correios destaca direitos e conquistas femininas


Acordo coletivo da empresa tem seção dedicada à mulher ecetista

Com mais de 27 mil mulheres em seu quadro de empregados (23% do efetivo total), os Correios possuem um dos acordos coletivos de trabalho mais bem avaliados em relação aos direitos femininos. Assinado com entidades sindicais, o acordo estabelece cláusulas que contemplam, entre outros temas, licença-maternidade de 180 dias, enfrentamento à violência contra a mulher, prevenção e promoção da saúde feminina e promoção da equidade de gênero e enfrentamento ao sexismo.

Programação - Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, celebrado nesta terça-feira (8), os Correios realizam, até o final do mês, diversas atividades na sede da estatal em Brasília (DF) e em suas diretorias regionais para homenagear suas trabalhadoras. Com o tema “A Mulher e o Mundo do Trabalho”, a programação especial discutirá assuntos focados nos direitos, conquistas, papéis e saúde da mulher. Além de celebrar a data, a empresa visa abrir um espaço de debate para a conquista de mais direitos trabalhistas, políticos, econômicos e sociais das mulheres, elevando a percepção das empregadas e dos empregados sobre a temática da equidade e igualdade de gênero no mundo do trabalho.

Compromisso - Em dezembro de 2015, os Correios reafirmaram seu compromisso com a construção de uma sociedade igualitária e democrática, ao aderir à 6ª edição do “Programa Pró-Equidade de Gênero e Raça”, desenvolvido atualmente pelo Ministério das Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos do qual a empresa é signatária desde a 4ª edição, em 2011. Pelo cumprimento satisfatório dos Planos de Ação pactuados, no ano passado a estatal foi premiada, pela segunda vez, com o “Selo Pró-Equidade de Gênero e Raça”.

Ainda em 2011, a empresa formalizou a adesão aos “Princípios de Empoderamento das Mulheres” junto à ONU Mulheres e ao “Pacto Global das Nações Unidas” e, em 2014 aderiu, em parceria novamente com a então Secretaria de Políticas das Mulheres, à campanha “Compromisso e Atitude pela Lei Maria da Penha – A Lei é mais forte”, com o objetivo de promover a difusão, promoção e fortalecimento de ações de enfrentamento à violência contra as mulheres.

8/3/2016