Você > Notícias > Jornal O Estado de S. Paulo distorce informações

Jornal O Estado de S. Paulo distorce informações

O Estado de S. Paulo publicou, na tarde desta terça-feira (30), em seu site, matéria que, indevidamente, levanta suspeitas sobre a atuação dos Correios em relação ao processo eleitoral.

As alusões feitas na matéria sobre participação de pessoas ligadas aos Correios em atividades político-partidárias jamais podem ser entendidas como atuação da empresa. A participação de algum profissional, como cidadão, nessa ou em outra atividade, fora do âmbito dos Correios e fora do seu expediente de trabalho, diz respeito à pessoa e não à empresa.

Ao que nos consta, a referida reunião de que trata a matéria ocorreu no período noturno e fora dos Correios e não utilizou qualquer recurso da instituição. Portanto, não diz respeito à empresa.

Assim como já o fez inúmeras vezes, a esse mesmo jornal, ao longo dos últimos dias, a empresa esclarece, mais uma vez, que sua atuação no processo eleitoral restringe-se à prestação de serviços, regularmente previstos em seu Guia Comercial Eleições 2014, sempre mediante pagamento e de acordo com as tabelas de preços divulgadas para todo o mercado.

 

30/9/2014