Sobre o Centro

Centro Cultural Correios – Recife está localizado na Av. Marquês de Olinda, 262, em área privilegiada do centro antigo da cidade tombada pelo IPHAN e considerada Zona Especial de Proteção Histórica (ZEPH – 09) através da Lei Municipal 16.290/97.

Mais sobre o centro
O prédio é uma construção do início do século passado e foi adquirido pelo então Departamento de Correios e Telégrafos – DCT em 1921 para ser a sede dos Correios em Pernambuco.

Integralmente restaurada, a edificação conta com cinco pavimentos e dispõe de seis salas de exposição, auditório, restaurante (bistrô), sala com peças históricas e uma agência postal.

O edifício é de composição eclética e linguagem arquitetônica influenciada pelo classicismo francês. A obra de restauro representou um investimento de mais de R$ 5 milhões e permitiu a recomposição original do projeto do prédio, com a abertura da clarabóia, da escada e do elevador panorâmico.

O Centro, inaugurado em 31/7/2009, integra o conjunto de pontos turísticos do bairro, um dos principais da capital pernambucana, que já dispõe de atrativos como: a Rua do Bom Jesus, a 1ª Sinagoga das Américas, a Igreja da Madre de Deus, o Paço Alfândega e a Torre Malakoff, além de teatros, livrarias, restaurantes e outros espaços culturais.

Visitação:
Centro Cultural Correios Recife
Av. Marquês de Olinda, 262 – Bairro do Recife
50031-970 - Recife – PE
Telefone: 081 3424 1935
e-mail: centroculturacorreios
recife@correios.com.br


Funcionamento:
O Centro Cultural Correios recebe visitantes de segunda a sexta-feira, das 11h às 17h.
Entrada franca.


Confira a planta baixa do Centro Cultural Correios de Recife

 

Programação
    

UMA SÓ VOZ


O Projeto "Uma Só Voz", que ocorrerá no dia 13 de dezembro, às 15h, no Centro Cultural Correios, consiste em uma ação artístico-cultural, com diversas formas de expressões, visando fomentar a valorização da pessoa com deficiência e sua família, reconhecendo a importância da arte no processo de inclusão.
Ao longo dos tempos, a arte foi percebida e introduzida no imaginário social como importante método terapêutico aplicado à recuperação de pacientes portadores de diversas enfermidades, físicas e mentais. Seguiu-se uma série de estudos no campo da medicina e da psicologia, no intuito de proceder métodos de intervenções artísticas, de forma integralizada com o corpo clínico, viabilizando conhecimentos e tratamentos multidisciplinares que auxiliem na recuperação do indivíduo. Desde então, a utilização da arte como método terapêutico auxiliar vem sendo utilizado em diversas organizações na Área da Saúde, Educação e Comunidade. Trata-se da utilização da linguagem artística, em suas diversas expressões, como base da comunicação entre cliente e profissional. O objetivo é a criação estética e a elaboração artística com foco na saúde. Tal processo utiliza as linguagens plástica, sonora, dramática, corporal e literária, envolvendo técnicas de pintura, desenho, modelagem, construções, sonorização, música, dança, drama e poesia. Arte que transforma, recupera e inclui.
Pesquisas vêm comprovando o poder terapêutico da arte no tratamento de diversos tipos de enfermidades, que podem ser tratadas por meio da dança, música, teatro, escrita, etc. O conteúdo artístico-cultural é vasto e ilimitado, quando associado à capacidade de criação e superação humanas. Seus recursos são incorporados em forma de linguagem e expressão, superando isolamentos sociais, corporativos, cognitivos e expandindo conhecimentos em diferentes contextos. Através do acesso aos diversos elementos da arte e da valorização de produções e expressões artísticas é possível potencializar dons, talentos e habilidades natos, que ultrapassam a arte e se desdobram para as demais áreas da vida. Corroborando com os resultados dessas experiências, o Projeto Uma Só Voz traz em sua programação apresentações nos diversos segmentos artísticos, protagonizadas por pessoas com deficiência, cujas histórias são ricas em exemplos de superação através da arte.

PROGRAMAÇÃO:
15:00 – Abertura
15:20 – Dançando para a inclusão, com mães e crianças raras (AMAR- Aliança de Famílias Raras)
15:40 – Dueto Bailando e Cantando com Maria Luiza e Ana Clara, Música: Ouvi Dizer/MELIM (Mães e Anjos Azuis)
15:55 – Apresentação cultural com estudantes surdos da Sala Bilíngue da Escola Municipal Cristiano Cordeiro (Secretaria de Educação/Prefeitura do Recife)
16:10 – Apresentação cultural com estudantes surdos da Sala Bilíngue da Escola Rozemar de Macedo (Secretaria de Educação/Prefeitura do Recife)
16:25 – Coral Canto Feliz da APAE Recife
16:45 – Apresentação de Wagner Martins (Escritor, Poeta, Cadeirante, com paralisia cerebral, um grande pensador) da ONG Deficiente Eficiente
17:00 – Espetáculo Laços, com jovens que representam a ONG INTEGRARTE
17:15 – Apresentação com a Banda CERVAC Força Especial
17:30 – Agradecimentos e Encerramento
Exposições: Expositores com desenhos e pinturas de autistas representando o grupo Super Mães, Stand com artesanato do Instituto Arthur Vinícius e as presenças do desenhista e escritor Diogo Calife e da escritora Priscilla Pontes durante todo o evento.
O radialista Sávio Muniz (cego e ativista da causa da inclusão), integrante da Rádio Folha, fará a narração de algumas apresentações.
Serviço:
Projeto "Uma Só Voz"
Período, 13 de dezembro, das 15h às 18h
Local: Centro Cultural Correios
Endereço: Av. Marquês de Olinda, 262, Bairro do Recife
Entrada Franca


LANÇAMENTO DO CADERNO DE MÚSICA PERNAMBUCANA VOL. II


No dia 14 de dezembro, será lançado no Centro Cultural Correios Recife o Caderno de Música Pernambucana Vol. II, cuja coletânea pretende divulgar a música pernambucana, traduzindo-se em importante instrumento de estudos e aprendizagem para ser utilizado nas escolas de música locais e de outras regiões. Durante o evento haverá apresentação do Grupo Instrumental Flauta de Bloco, formado por professores, alunos e ex-alunos da Universidade Federal de Pernambuco - UFPE, reunindo flautas doces, contrabaixo acústico, violão, cavaquinho, percussão e um profissional da área de dança.
Pernambuco é um estado marcado pela diversidade cultural. Contribuíram para a formação de seu povo índios, portugueses, holandeses, judeus, africanos, entre outros. Essa miscigenação de povos e culturas proporciona um caráter ímpar à cena cultural pernambucana, reconhecida como uma das mais vivas do país. O estado é celeiro de artistas reconhecidos internacionalmente, no campo da música, da literatura e das artes plásticas. No segmento musical, são marcantes as influências europeia, africana e ameríndia, conferindo riqueza e diversidade na música popular local, inspirando músicos e compositores em todo o mundo. Nascido desse universo cultural, o Grupo Instrumental Flauta de Bloco se dedica à interpretação da música popular pernambucana, cujos arranjos e composições vêm contribuindo para a ampliação do repertório da flauta doce, um trabalho marcante e inusitado que vem conquistando a admiração do público. O lançamento do "Caderno de Música Pernambucana - Vol. II" é mais uma iniciativa que visa valorizar as obras musicais de compositores pernambucanos ou radicados em Pernambuco, difundindo seus trabalhos como importantes agentes da preservação da memória e cultura locais.
O trabalho ressalta a música pernambucana como uma possibilidade real de abordagem do instrumento, tirando o foco unicamente da música erudita e promovendo um diálogo entre a formação técnico-musical dos estudantes de flauta doce e a realidade cultural na qual estão inseridos.

PROGRAMA:
Escovando Caranguejo: Egildo Vieira/Arranjo Lucia Cysneiros
Lula no Coco: Egildo Vieira/Arranjo Lucia Cysneiros
Pife Torto: Egildo Vieira/Arranjo Emanuel Santana e Lucia Cysneiros/Variações: Emanuel Santana
Lembrando Nemézio Texeira: Egildo Vieira/Arranjo Fernando Rangel
Sinhá Marreca: Folclore brasileiro/Arranjo Anete Weichselbaum/Adaptação: Fernando Rangel
Sábado de Tarde: Domínio Público/Arranjo Lucia Cysneiros
Baião: Edino Krieger/Arranjo Fernando Rangel
Bloco de Flautas: Ricardo Brafman
Macaxeira: Fernando Rangel
Cavalo Marinho: Nelson Almeida
Feira de Mangaio: Sivuca/G. Gadelha/Arranjo Fernando Rangel
Ciranda ao Luar: Lenira Pinto Ribeiro/Arranjo Fernando Rangel
Frevo nº 1 do Recife: Antônio Maria/Arranjo Fernando Rangel
Serviço:
Lançamento do Caderno de Música Pernambucana Vol. II
Período: 14 de dezembro, às 16h
Local: Centro Cultural Correios
Endereço: Av. Marquês de Olinda, 262, Bairro do Recife
Entrada Franca (retirada dos ingressos no local, 1 hora antes. Sujeito à lotação da casa)



GAMEJAM BRASIL - HOLANDA 2.0 CHEGA AO CCC-RECIFE

O time da startup Noord Games realizará uma nova edição da maratona de desenvolvimento de jogos digitais no Recife, em parceria com a embaixada do Reino dos Países Baixos, país também conhecido como Holanda.
No período de 13 a 15 de dezembro, no Centro Cultural Correios Recife, a Noord Gamejam 2 desafiará as equipes a produzirem um game retratando os laços modernos entre Pernambuco, Brasil e Holanda, com teor educativo e informativo. O evento é gratuito e aberto ao público que tenha interesse em integrar equipes multidisciplinares para o desafio de criar, no período de 72 horas, o melhor jogo dentro da temática definida, para ser disponibilizado gratuitamente nas escolas locais e nacionais, em plataforma online. Os jogos deverão ser produzidos para computador em qualquer Engine por grupos de quatro a nove integrantes.
Utilizando recursos de games, a Noord Games visa investir na cultura, com o intuito de desenvolver conteúdos didáticos, interativos, inovadores, atraentes e acessíveis, a partir da interação direta com instituições de pesquisa e de desenvolvimento tecnológico, além do público em geral. Dentro dessa linha, o Projeto Noord.GameJam 2019 - BrasilHolanda tem por objetivo fortalecer relações entre os ambientes brasileiro e holandês, ampliando o alcance dos jogos criados durante a Noord.GameJam 2018, também realizada no CCC-Recife, a qual visou a reconstrução do período histórico da ocupação holandesa no Brasil, particularmente na cidade de Recife. Dando continuidade ao projeto realizado em 2018, a edição 2019 visa incentivar a procura e estudo da cultura neerlandesa, suas ligações com o Brasil e com o estado de Pernambuco, mapeando os laços atuais, bem como identificando novas perspectivas de interesse mútuo. A iniciativa contribuirá para adicionar mais jogos ao acervo de jogos distribuídos entre as escolas públicas e particulares da cidade, por meio do hotsite e da parceria com a Secretaria de Educação do Recife.

Serviço:
GameJam Brasil -Holanda 2.0
Período: de 13 a 15.12.2019
Local: Centro Cultural Correios Recife
Endereço: Avenida Marquês de Olinda, 262, Bairro do Recife
Entrada franca (respeitando-se os horários de visita guiada pela equipe de produção)


Colecione PE 2019





Neste fim de semana, 30/11 e 01/12, o Centro Cultural dos Correios recebe a mostra Colecione PE 2019, em parceria com a Prefeitura do Recife e Clube Filatélico do Recife.  A mostra é destinada a colecionadores em geral interessados nas áreas de filatelia, numismática, cartofilia, miniaturas de carros, funk pop, vinil e outros segmentos do multicolecionismo.

 O evento oferecerá ao público exposição de itens colecionáveis e oficinas educativas sobre o universo criativo da filatelia. A realização de um encontro de multicolecionismo é momento de troca de ideias e experiências sobre o ato de colecionar. A entrada é gratuita. O CCC-Recife fica na Avenida Marquês de Olinda, nº 262, Recife Antigo.

Serviço:

Mostra COLECIONE PE 2019
Local: Centro Cultural Correios
Endereço: Av. Marquês de Olinda, n° 262, Bairro do Recife, cidade do Recife-PE
Período: 30.01 a 01.12/2019, das 10h às 17h
Contato telefônico: (81) 9 8700-0471
E-mail: colecionepe2019@gmail.com
Redes sociais: Instagram: @colecionepe2019 / Facebook: Colecione PE - 2019: mostra de multicolecionismo




EXPOSIÇÃO MINIATURAS NO MUNDO DE STAR WARS




Nos dias 23 e 24 de novembro, será realizada do Centro Cultural Correios Recife a exposição “Miniaturas no Mundo de Star Wars”, que traz para o público peças colecionáveis de personagens e elementos da cinessérie Star Wars, criada pelo cineasta norte-americano George Lucas.

Trata-se de um evento cultural, educativo, lúdico e divertido, destinado às diversas faixas etárias. Resgatar a história da franquia Star Wars, através de miniaturas colecionáveis, no Bairro do Recife, área histórica, caracterizada pela presença de empresas de inovação, tecnologia e gamers, enriquecerá a cena cultural local, celebrando o universo Geek. O ambiente é propício para o público geek, fortemente atraído por temas relacionados à tecnologia, filmes de ficção científica, jogos eletrônicos e de tabuleiros, estando fortemente presente na sociedade e se apresentando como tendência de consumo e entretenimento. Segundo Pierre Mantovani, executivo por trás da "Comic Con Experience (CCXP)", maior evento de entretenimento pop do país, e CEO do "Omelete&Co Group", "o que os geeks veem hoje é o que vai fazer sucesso em breve".

A mostra inclui atividades paralelas como palestras temáticas sobre Star Wars e atividades lúdicas, incluindo quizes, sorteios de brindes, desfile de cosplay e apresentações audiovisuais.

O evento ocorre um mês antes do lançamento do último filme da cinessérie Star Wars, previsto para dezembro deste ano.

PROGRAMAÇÃO:

DIA 23.11 – Sábado (Auditório)

14:15 – 15:15
Palestra: “Teoria e Expectativa do Star Wars Episódio IX”
Palestrantes: Luciano França e Luciano Last

15:15 – 16:15
Palestra: “A Ordem 66”
Palestrante: Carol Valeriano
16:15 – 16:45
Jogos Conexão Nerdeste

 

16:45 – 17:45
Palestra: “Action Figures – Star Wars de pai pra filho”
Palestrantes: Tomaz Ribeiro e Vinícius Ribeiro

 

17:45 – 18:45
Palestras: “Star Wars e suas influências em outras mídias audiovisuais” e “Star Wars: O Novo Canône”
Palestrantes: Tarsis e Saulo

 

DIA 24.11 – Domingo (Auditório)

14:30 – 15:30
Palestra: “Filosofia Jedi, Sith e Jedi Cinza – Como aplicar o conhecimento nos dias de hoje”
Palestrantes: Erasmo

15:30 – 16:30
Jogos Conexão Nerdeste

16:00 – 17:00
Palestra: “Sabre de Luz – Anatomia e Construção”
Palestrante: Erasmo

17:00 – 17:30
Jogos Conexão Nerdeste

17:30 – 18:30
Palestra: “The Mandalorian – Primeiras impressões e quais implicações no universo Star Wars”
Palestrante: Sirinerd

Serviço:

Exposição “Miniaturas no Mundo de Star Wars”
Período: 23 e 24.11.2019
Horário: das 14h às 19h
Local: Centro Cultural Correios Recife
Endereço: Av. Marquês de Olinda, 262, Bairro do Recife
Entrada gratuita



KPOP ARENA – DANCE FESTIVAL



 No dia 26.10 (sábado), será realizado no Centro Cultural Correios Recife o KPOP ARENA – DANCE FESTIVAL, festival de dança pop coreana (K-pop), que visa celebrar a cultura daquele país. Considerado um estilo musical novo, o pop coreano vem conquistando legiões de fãs pelo Brasil, especialmente entre os adolescentes. Um gênero eclético, o K-pop é uma fusão de música e coreografias elaboradas e sincronizadas, com dançarinos jovens que se caracterizam pelo uso de roupas diferenciadas, cabelos cortados e coloridos. Com forte apelo visual à música coreana, os artistas transitam por diferentes estilos em cada novo disco, variando entre hip-hop, reggaeton, rock, pop, entre outros.

O gênero musical eletrizante que emergiu na Coreia do Sul ganhou o mundo a partir de 2012, com o sucesso de Gangnam Style, do rapper PSY. Nas pistas e nos clipes, os artistas apresentam um visual produzido, que parece a personificação de personagens de animes, dançando e cantando músicas que combinam R&B, hip-hop, rock e pop bubblegum (mistura de pop e soul).

O fenômeno também atingiu o Brasil e hoje se estima que o número de fãs esteja em torno de 180 mil membros, espalhados em diversos fãs clubes. O número é tão representativo que, atualmente, há eventos dedicados exclusivamente à cultural kpop espalhados no território nacional. Bandas cover, a maioria formada por jovens, reúnem-se em festivais e competições para compartilhar o gosto pela cultura pop coreana, movida por música, coreografias arrojadas, figurinos exóticos e um vocabulário próprio. Um estilo em crescente ascensão.

Com o intuito de presentear os fãs recifenses da cultura pop coreana, bem como difundir o K-pop com o público em geral, desde jovens a adultos interessados pelo tema, a programação do Kpop Arena- Dance Festival inclui apresentações musicais e de dança, além de palestras, atividades lúdicas, como quizes, sorteios de brindes, entre outras.

Serviço:
KPOP ARENA – DANCE FESTIVAL
Data: 26.10.2019 (Sábado)
Horário: das 10:00h às 18:00h
Local: Centro Cultural Correios Recife
Endereço: Av. Marquês de Olinda, 262, Bairro do Recife
Ingressos à venda no local: R$ 15,00



  I MOSTRA TV APPIA


No período de 07 a 11 de outubro, está sendo realizada no Centro Cultural Correios Recife a I MOSTRA TV APPIA, que traz uma coletânea de vídeos de produção própria do canal, retratando o trabalho de artistas pernambucanos, no segmento da música, dança, artes cênicas, etc. O acervo é composto por documentários, entrevistas e filmes, que se traduzem em registro vivo do trabalho de vários artistas que, ao longo dos anos, vem enriquecendo a cena cultural de Pernambuco.

Presente nas Plataformas Youtube e Facebook, a TV APPIA é um canal dedicado à promoção e desenvolvimento de atividades cinematográficas e audiovisuais, tendo como pano de fundo a produção artística e cultural pernambucana. A I MOSTRA visa atrair o público interessado na cultura local, disseminando conteúdos e divulgando a trajetória de artistas, muitas vezes desconhecidos, mas cuja riqueza e qualidade dos trabalhos merecem ser registrados, preservando um acervo vivo e contínuo da memória artística local. A pauta agrega os diversos segmentos, trabalhados no formato documental e amplo da cultura de Pernambuco, disponível em plataformas online e de fácil acesso.

A coletânea elaborada para essa primeira edição visa apresentar ao público uma mostra do trabalho realizado pela TV APPIA e sua importância como registro permanente da cultura da região.

PROGRAMAÇÃO:

Dia 07 - ART EM CANTO, com o maestro Mhano Silvha, traz entrevistas com um time seleto de cantoras pernambucanas, as cantoras da nossa noite e percussionistas, todas mulheres, objetivando catalogar, reconhecer e impulsionar nossas divas noturnas.

 Dia 08 - O BAILE DA DONA LÚ, registros dos bailes de Luzinete Castro na Associação Atlética Banco do Brasil com a boa idade em ação dançando, divertindo-se e revelando vitalidade.

Na programação de abertura serão apresentados dois números de dança, um tango, com Janes Sebastiana, e Luzinete Castro na Cúmbia. Luzinete também cantará, acompanhada por Maestro Mhano Silvha.

Dia 9 - FETEAPE NO FOCO, com apresentação de Odé Félix, entrevistando nomes da história do nosso teatro.
Na ocasião performances com Pimentinha.

Dia 10 - JORNAL DO MATHEUS com Matheus Lima, com assuntos antenados e diversos o garoto Matheus entrevista e mostra assuntos de cultura, moda, esportes e ciências.
Nesse dia será lançado o Projeto BOM BALÃO com um grande desfile do elenco do filme com figurinos dos personagens.

Dia 11 - O PERFUME DELAS, longa metragem de Jorge de Souza, uma ficção documental sobre a memória e amores, família e perdão.
Durante a abertura a tangarina Janes Sebastiana dançará um tango no Salão Nobre, na sequência, poemas serão recitados por Socorro Costa, Ariadne Quintela, Marinete Neves e Luzinete Castro.

Serviço:

I MOSTRA TV APPIA
Período: de 07 a 11 de outubro, das 18:30h às 21:00h
Local: Centro Cultural Correios Recife
Endereço: Av. Marquês de Olinda, 262, Bairro do Recife
Entrada franca


Mostra “À Espreita”, inspirada na filosofia de Deleuze, é exposta no Centro Cultural Correios Recife



Está em cartaz no Centro Cultural Correios Recife a exposição “À Espreita”. Trata-se de uma instalação de cinco sombras em tecido, com dimensões variáveis, criadas pelos artistas do Coletivo Entreaberto, de Brasília. A instalação com as sombras dos artistas Gustavo Magalhães (em memória), Sabrina Lopes, Teca Santa Cruz e Polyanna Morgana foi criada a partir do pensamento do filósofo francês Gilles Deleuze.

As peças foram inspiradas sobretudo a partir da uma série de entrevistas feitas por Claire Parnet que gerou o “Abecedário de Gilles Deleuze”, no qual o filósofo afirma – entre outras coisas -  que os homens estão sempre à espreita, assim como os animais.

Com curadoria do escritor Marcus Alves, doutor em sociologia pela Universidade de Brasília (UnB), “À Espreita” fica exposta no Centro Cultural Correios até o dia 31 de outubro. Alves, que atualmente é chefe da Assessoria de Comunicação da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), conta que as sombras dos artistas, criadas em dimensões reais e hiper-reais, mostram intensidades dialógicas com o próprio público. “Quando montei pela primeira vez a exposição do Coletivo Entreaberto, pude observar que os visitantes interagem com as peças, se projetam nas próprias sombras em um diálogo único”, diz.

Marcus Alves acrescenta que os artistas captaram, de forma sensível, a força e atualidade do pensamento do filósofo Gilles Deleuze. “A exposição sugere várias ambiguidades por sua própria dimensão e, pelo jogo de luz e sombra, indica que o homem e a mulher contemporâneos precisam estar sempre em estado de alerta. É como se estivéssemos todos à espera de algum acontecimento, seja uma catástrofe ou uma conquista prazerosa e feliz”, completa o curador.

Sobre os artistas:

Gustavo Magalhães (Brasília/DF, 1977-2012). Bacharel em Artes Visuais pela Universidade de Brasília. Bacharelado em Ciências Econômicas pelo UniCeub/DF. Desenvolveu sua pesquisa em pintura, escultura, instalação e intervenção.

Polyanna Morgana (Brasília/DF, 1979). Doutora em Arte Contemporânea pela Universidade de Brasília (UnB). Mestre e Bacharel em Artes Visuais pela UnB. Sua atividade artística se concentra nas áreas de performance, desenho, intervenção, escultura e vídeo.

Sabrina Lopes (Itaperuna/RJ, 1968). Mestre em Arte Contemporânea pela Universidade de Brasília, 2003. Bacharel em Comunicação Visual pela Faculdade da Cidade, Rio de Janeiro, 1993. Pesquisa nas áreas de design gráfico, desenho, história da arte e instalação.

Teca Santa Cruz (Recife/PE, 1972). Doutora em História da Arte pela Minor Field em Arte Moderna na América Latina/Brasil – Major Field Arte Contemporânea, University of Illinois at Urbana-Champaign, EUA. Mestre em Arte Contemporânea pela Universidade de Brasília, 2003. Bacharel em Artes Plásticas pela UnB, 2000.

 Curadoria:

Marcus Alves, doutor em Sociologia e Mestre em Comunicação pela Universidade de Brasília (UnB). Poeta e escritor: autor de “Cultura Rock e Arte de Massa” (ed. Diadorim/RJ), “Cultura no Mercosul – uma política do discurso” (Ed. Plano/FAP), “O Eterno e o Provisório” – Poemas (ed. UFPB). “Arqueologia” – Poemas (Ed. Moura Ramos); administrador da Galeria Valentim e chefe da Assessoria de Comunicação da UFPB. 

 

Serviço:

Exposição “À Espreita”
Período: de 21.08 a 31.10.2019
Visitação: Segunda a Sexta, das 13h às 18h
Local: Centro Cultural Correios Recife
Endereço: Av. Marquês de Olinda, 262, Bairro do Recife

 

 

“Autorretrato artístico: O espelho invertido”

"Autorretrato artístico: O espelho invertido" é o título da primeira exposição fotográfica solo de Gabriel Andrade, que tem estreia marcada para o dia 27 de Setembro, às 19 horas, no Centro Cultural Correios Recife. A partir de fotografias realizadas na região do Rio Pajeú, na cidade de  Itapetim, Sertão de Pernambuco, o fotógrafo Gabriel Andrade faz intervenções artísticas nas cenas capturadas. Aplicando recursos de arte gráfica, o autor atribui novas cores, formas e luz aos objetos da natureza observados, ampliando perspectivas e estimulando diversas percepções aos olhos do observador. Captar os detalhes, reunindo-os para materializar novas ideias, estimulando o senso estético e crítico do público, foi o ponto de partida para a obra do artista, expressando uma linguagem autoral através da fotografia.

O ato de fotografar não se restringe a técnicas e equipamentos. Na interação entre objeto e observador, os estados mentais, culturais e emocionais estimulam as ações do fotógrafo e seu processo de criação. Composta por 14 peças, impressas em PVC adesivado, a mostra traz uma ótica poética que proporciona reinterpretações de padrões naturais do semiárido. Por trás de todo esse processo de concepção fotográfica, há no trabalho de Gabriel uma vontade de expressar a visão da natureza sertaneja, dando vazão a novas propostas estéticas, capaz de atrair e despertar a preocupação com a preservação do ambiente, através do consumo equilibrado de bens naturais associados a consumo de arte.

O projeto "Autorretrato artístico: O espelho invertido" convida o público a exercitar seu processo criativo, estimulando reflexões ao mesmo tempo em que amplia sua percepção sobre questões relativas às belezas naturais do sertão pernambucano e a necessidade de sua preservação.

Sobre o autor:

Gabriel Andrade possui Graduação em Fotografia pela Universidade Católica de Pernambuco (2016-2018). Foi voluntário do festival “Ver ouvindo 2017”. Possui habilidade em Adobe Lightroom, Adobe Photoshop e Adobe Premiere.

 

Serviço:

Exposição "Autorretrato artístico: O espelho invertido"

Período: de 27.09 a 27.12.2019

Visitação: Segunda a Sexta, das 13h às 18h

Local: Centro Cultural Correios Recife

Endereço: Av. Marquês de Olinda, 262, Bairro do Recife

Entrada gratuita

 

Centro Cultural Recife


Visitação:
Centro Cultural Correios Recife
Av. Marquês de Olinda, 262 – Bairro do Recife
50031-970 - Recife – PE
Telefone: 081 3224 5739 / 3424 1935
Fax: 081 3224 5739
e-mail:

Funcionamento:
O Centro Cultural Correios recebe visitantes de terça-feira a sexta-feira, das 9h às 18h, e aos sábados e domingos, das 12h às 18h.
Entrada franca.