Notícias > Selos destacam a importância da viticultura brasileira

Selos destacam a importância da viticultura brasileira

Brasília-DF, 22/12/2020Os Correios lançam, nesta terça-feira (22), a Emissão Especial Viticultura. Os selos desta emissão – que são aromatizados, um diferencial entre outros lançamentos -, ilustram os cultivares nacionais do Programa de Melhoramento Genético ”Uvas do Brasil”, desenvolvido, desde 1977,  pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. O programa desenvolve uvas para mesa, suco e vinho, adaptadas às diferentes condições de solo e clima do Brasil.

A produção de uvas no país é da ordem de 1,5 milhões de toneladas/ano. Deste volume, cerca de 50% é destinado ao processamento, para a elaboração de vinhos, sucos e outros derivados, e 50% comercializado para consumo de mesa. A Embrapa Uva e Vinho, sediada em Bento Gonçalves/RS, já lançou 21 cultivares brasileiras da fruta, que têm como características a alta produtividade, diferentes ciclos de produção e resistência às principais doenças que ameaçam a cultura. Os cincos selos destacam as cultivares obtidas a partir do melhoramento clássico, que estão promovendo uma verdadeira revolução na vitivinicultura nacional: Moscato Embrapa; BRS Lorena; BRS Magna; BRS Vitória; e BRS Margot.

 

 

As peças filatélicas contêm, além da imagens das uvas, elementos que revelem toda a cadeia produtiva da fruta, como plantio, colheita, produção de sucos e vinho. Na parte inferior da folha, que contém 15 selos, há imagens que mostram os produtos derivados da viticultura.

A arte da emissão é de Daniel Effi e Camila Sena Hott, com tiragem de 60 mil folhas, totalizando 900 mil exemplares à venda, no valor de 1º Porte da Carta (R$ 2,05) a unidade.

As peças podem ser adquiridas na loja virtual e, a partir de janeiro de 2021, estarão disponíveis nas principais agências dos Correios do país.