Notícias > Selo dos Correios compõe campanha em prol de pessoas com deficiência

Selo dos Correios compõe campanha em prol de pessoas com deficiência

Brasília-DF, 3/12/2020 - Os Correios lançaram, nesta quinta-feira (3), em parceria com o Governo Federal, selo personalizado e carimbo comemorativo em alusão ao Dia Internacional da Pessoa com Deficiência. A emissão filatélica é parte da campanha “Eu respeito”, lançada pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), que busca despertar a empatia em relação às pessoas com deficiência.

O lançamento do selo contou com as obliterações da primeira dama, Michele Bolsonaro, e da ministra Damares Alves, titular do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), que receberam o álbum contendo as peças. Em seguida, o presidente dos Correios, Floriano Peixoto, que conduziu todo o lançamento, convidou o presidente Jair Bolsonaro para também obliterar a peça filatélica.

A secretária nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SNDPD), Priscila Gaspar, lembrou, durante a cerimônia, que as duas datas comemoradas hoje – Dia Internacional das Pessoas com Deficiência (3/12) e Dia Internacional do Voluntariado (5/12) – marcam grandes conquistas, mas destacou, também, a importância das pequenas. “Precisamos ter empatia, e o Governo Federal tem apoiado muito a nossa causa”, comemorou Priscila, que é deficiente auditiva.

Também durante o evento, realizado no Palácio do Planalto, em Brasília (DF), o presidente Jair Bolsonaro assinou dois decretos: no primeiro, autorizou a criação do Comitê Interministerial de Doenças Raras. A medida é uma forma de articular ações do Governo Federal e adotar conjuntamente mecanismos e estratégias que permitam o cuidado sistêmico das pessoas com doenças raras, com o olhar dos direitos humanos. No segundo normativo, foi instituído o Prêmio de Acessibilidade, cuja finalidade é promover o engajamento social na temática da acessibilidade, por meio de reconhecimento de organizações públicas e privadas e de indivíduos com notória atuação na promoção da acessibilidade para pessoas com deficiência.

Também foi divulgado um edital para a contratação de consultoria para realizar estudos técnicos específicos às necessidades de pessoas com nanismo. O trabalho vai referenciar diagnóstico, acessibilidade na escola e em casa, e referências de boas práticas internacionais para cuidados em saúde interdisciplinar. A iniciativa é uma parceria da SNDPD com a Secretaria Nacional da Criança e do Adolescente (SNDCA).

Ao final da cerimônia, a presidente do Programa Pátria Voluntária, Michele Bolsonaro, agradeceu às diversas autoridades presentes – Embratur, Caixa Econômica Federal, Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, que mostraram seu engajamento com o voluntariado e a inclusão, e afirmou que acessibilidade é, acima de tudo, respeitar as especificidades do seu público, colocar-se no lugar do outro com empatia.