Portal dos Correios
Notícias > Correios reduz em 33% a emissão de gás carbônico

Correios reduz em 33% a emissão de gás carbônico

Brasília, 25/6/2018 - Os Correios continuam reduzindo ano a ano a emissão de gás carbônico. O 6° Inventário Corporativo da estatal, referente a 2017, registrou um volume de 393.091 toneladas de CO2 lançados, uma redução de 33% em comparação ao inventário realizado em 2014. O resultado demonstra o compromisso dos Correios com o Programa Global de Redução de Emissão de Carbono no Setor Postal, coordenado pela International Post Corporation (IPC).

Em 2016, a empresa já havia superado a meta do programa prevista para ser alcançada somente 2025, que determinava a redução das emissões em 20%. Com oito anos de antecedência, os Correios conseguiram diminuir a emissão de CO2 em 24,4%.

A multinacional PricewaterhouseCoopers (PwC), empresa que audita os inventários corporativos, já ressaltou que os Correios estão no mesmo patamar de grandes empresas mundiais no que se refere à qualidade do inventário e aos esforços em sustentabilidade.

Desde 2012, os Correios realizam anualmente o levantamento de processos como o uso de energia elétrica, da frota de veículos e deslocamento de empregados e viagens a trabalho para calcular a quantidade de gás carbônico emitida em suas operações. A redução nas emissões é resultado da melhoria de processos de gestão e gerou uma economia de quase R$ 30 milhões em apenas um ano. Em 2013, a empresa emitiu 537.910 toneladas de CO2. Esse volume foi reduzido em 9,73% em 2014, 10,59% em 2015, 24,4% em 2016, chegando ao resultado de 33% em 2017.

Os Correios aderiram voluntariamente ao Programa Global de Redução de Emissão de Carbono no Setor Postal durante a Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável: Rio + 20, tendo sido o primeiro operador latino-americano a aderir ao acordo.