Notícias > Correios lança 11º selo da série Signos do Zodíaco

Correios lança 11º selo da série Signos do Zodíaco

Brasília, 21/1/2020 - Os Correios lançam, nesta terça-feira (21), mais um selo da série Signos do Zodíaco: Aquário. A arte desta emissão foi elaborada com elementos que simbolizam o décimo primeiro signo. O lançamento ocorre via redes sociais e tem como convidado o astrólogo Marcelo Dalla. Confira o vídeo no IGTV dos Correios (https://www.instagram.com/correiosoficial/channel/?hl=pt-br ).

É o signo de Aquário que dá a percepção de que juntos os seres humanos são capazes de realizações que cada um de nós, em separado, não teria como imaginar, quanto menos realizar. Destacam-se no signo de Aquário a força do grupo, a comunhão de interesses em nome de algo maior e um destino que faz todo mundo sonhar com um mundo melhor, no qual as pessoas se entendam e respeitem as diferenças.

No signo de Aquário o destino humano deixa de ser individual, o indivíduo não está mais no centro do Universo; em seu lugar entra o conjunto desses, a força do grupo, que se expressa por meio dos poderes que compõem o Estado. As grandes corporações e empresas, onde essa força também está presente mesmo que de uma forma incipiente, são o laboratório onde se experimenta a conjugação dos interesses e do esforço grupal para que os objetivos sejam realizados.

Selo de Aquário – A peça traz estampados o ícone de Aquário, duas ondas paralelas, sendo que uma representa a razão e a outra, o sentimento. Uma faixa na cor cinza e outra na cor verde delimitam o espaço onde está inserido o nome e o intervalo de tempo governado por Aquário. A faixa verde representa o elemento “ar” – um dos regentes da natureza que caracterizam a personalidade dos aquarianos. Destacam-se no selo, ainda, a representação da constelação do signo e a ilustração de um vaso grego (ânfora) utilizado pelo aguadeiro - na antiga Grécia, um empregado especial que servia o néctar aos Deuses.

O texto do edital é de autoria do astrólogo Oscar Quiroga, e a arte do selo é de Adriana Shibata, que utilizou a técnica de ilustração digital. A tiragem é limitada a 240 mil selos, com valor de 1º porte da carta não comercial (hoje R$1,30) cada selo. As peças estarão disponíveis nas principais agências de todo o país e também na loja virtual dos Correios.