Services

Programação

Exposições

Centro Cultural Correios recebe a mostra "Brasília no Tempo da Ditadura"

Sonho Verde Azulado - artista Claudia Andujar Sonho Verde Azulado - artista Claudia Andujar

"Brasília no Tempo da Ditadura", em cartaz no Centro Cultural Correios em São Paulo, contempla parte do acervo dos fotojornalistas Luis Humberto e Orlando Brito, que têm uma participação importante nos registros da história do País. Ambos registraram fotos no tempo da ditadura militar que expressavam o cotidiano político brasileiro. Muitas dessas imagens foram censuradas e só mais tarde se tornaram conhecidas. A mostra integra a exposição Resistir é Preciso, idealizada pelo Instituto Vladimir Herzog em parceria com o Ministério da Cultura, Correios e Banco do Brasil.

A outra parte da exposição é realizada no Centro Cultural Banco do Brasil, onde uma ?linha do tempo? conta a história da resistência à ditadura militar que foi instaurada no Brasil em 1964 e que permaneceu no poder até a eleição indireta de Tancredo Neves, em 1985. Nesse período, muitos intelectuais, artistas, sindicatos, estudantes e diversos setores da sociedade civil lutaram pelo reestabelecimento da democracia no Brasil. Obras de arte, documentos históricos e ilustrações fazem parte da mostra.

A exposição Resistir é Preciso mantém viva, na memória dos brasileiros, a luta da imprensa durante a ditadura, período em que centenas de profissionais da área foram presos, torturados e assassinados. Com entrada gratuita fica em cartaz até 6 de janeiro no Centro Cultural dos Correios e no Centro Cultural Banco do Brasil.

Serviço
Centro Cultural Correios
Visitação: até 6 de janeiro
Aberto de terça a domingo das 11h às 17h
Avenida São João, s/nº, Vale do Anhangabaú, São Paulo-SP, 01031-970
Telefone: (11) 3227-9461
e-mail: centroculturalsp@correios.com.br
www.correios.com.br/cultura

"Sonho Verde Azulado" - artista Claudia Andujar
Sonho Verde Azulado - artista Claudia Andujar

A instalação, que tem curadoria de Eduardo Brandão, conta com quatro imagens inéditas em dimensões gigantescas que, juntas, somam 1200m² e estão expostas no mezanino do edifício. 

O trabalho fotográfico de Claudia Andujar com os índios Yanomami se tornou a grande marca da trajetória da artista. Seu primeiro contato com eles foi ao inicio da década de 70, somando mais de 40 anos de atuação com os temas relacionados à luta pela preservação do povo Yanomami que permearam a concepção de seus trabalhos e a levaram, além do envolvimento artístico, a uma postura social e política em favor dos índios, tendo sido uma das fundadoras da Comissão pela Criação do Parque Yanomami.

Sonho Verde Azulado - artista Claudia Andujar

Para Eduardo Brandão, curador da exposição, além de todo o aspecto político que as obras de Claudia carregam, a refotografia e reposicionamento dessas fotos originais elevam as fotos a um patamar pós-moderno dentro da fotografia. ?O fato de a artista utilizar seu próprio acervo criado há décadas para, atualmente, investir em técnicas que recontextualizam essas imagens, incluindo Claudia no cânone Pós-Moderno, pois reaquecem, além dos seus ideais em defesa dos índios, suas novas questões e necessidades artísticas?, defende Eduardo Brandão.

Serviço:
Exposição: "Sonho Verde Azulado"
Visitação: até 01/11/2013, das 9h às 18h (de segunda a a sexta-feira); e de 9h a 13h (sábados).
Local: Centro Cultural Correios São Paulo - Av. São João, s/nº - entrada também pelo Vale do Anhangabaú
Telefone: (11) 3227-9461.
Visite: www.correios.com.br/cultura
Entrada gratuita.
Classificação: livre